Semana Guga Kuerten. 11 a 21 de Outubro de 2018

Jurerê Internacional - Florianópolis/SC contato@semanagugakuerten.com.br

Archive for outubro 2015

JUAN OTEGUI GANHA A FINAL NA CATEGORIA 18 ANOS MASCULINO

O argentino Juan Otegui (foto), cabeça de chave número 16 e apenas 696º no ranking, ganhou o título na categoria 18 anos, masculino, da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil. Ele foi crescendo na competição até vencer o também argentino Francisco Vittar, cabeça de chave número 3 e 314º no ranking na final deste domingo (18), por 2 x 0, com parciais de 7-5 e 6-2. Na categoria 18 anos, a Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil conta pontos para o circuito júnior ITF.

Antes de ganhar a decisão e festejar o título, Otegui venceu o brasileiro Figueiredo Abreu, por 2 x 0, na estreia, com parciais de 6-1 e 6-2; na rodada seguinte, derrotou mais um brasileiro, Takeda Baptista, novamente por 2 x 0, parciais de 6-3 e 6-2; nas oitavas superou o também brasileiro Lucas Koelle, por 2 x 0, parciais de 7-6 (3) e 6-4; nas quartas despachou outro brasileiro, Reis da Silva, por 2 x 0, parciais de 6-3 e 6-4; nas semifinais, derrotou o brasileiro Gabriel Boscardin Dias, novamente por 2 x 0, parciais de 6-2 e 7-6.

Ler Mais+

BRASILEIRA VENCE ARGENTINA NA FINAL DOS 18 ANOS

As quadras de tênis do Jurerê Sports Center reviveram, neste domingo (18), a rivalidade entre Brasil e Argentina, que é muito forte no futebol. Na final da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil, categoria 18 anos, no feminino, a brasileira Thaísa Grana Pedretti (foto), cabeça de chave número 1 e 84º no ranking, atropelou a argentina Eugenia Ganga, cabeça de chave número 2 e 184º no ranking, e venceu o jogo por 2 x 0, com parciais de 6-2 e 6-3, sem dar chances para uma reação da adversária, com o tempo de 1h29min.

“O Guga é meu ídolo e é uma emoção muito grande ganhar a Copa Guga Kuerten. Esse título representa uma recompensa pelo meu esforço, pela minha dedicação ao tênis”, afirmou enquanto aguardava, nervosa, a hora de receber o troféu das mãos de Guga Kuerten, tricampeão de Roland Garros, e que, neste ano, comemora os 15 anos da chegada ao topo do ranking mundial, quando se tornou o número 1 do ranking ATP.

Este foi o segundo confronto entre elas, e a história teve um final diferente. No primeiro jogo entre as duas, Thaísa Pedretti enfrentou Ganga no Equador, e perdeu por 2 x 0, parciais de 7-6 e 6-3. Neste ano, foi a quarta participação de Thaísa Pedretti, de São Bernardo do Campo (SP), na Copa Guga Kuerten. Em 2012, na categoria 14 anos, caiu na segunda rodada; em 2013, na mesma categoria, foi campeã; e em 2014, foi até as quartas de final.

Para conquistar seu segundo título na Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil, Thaísa Pedretti estreou com vitória sobre a portuguesa Rebeca Silva, por 2 x 0, com um duplo 6-0; depois ganhou da argentina Agustina Pedemonti, por 2 x 1, parciais de 6-0, 7-6 (5) e 6-1; nas quartas eliminou a norte-americana Luciana Rabines, por 2 x 0, com parciais de 6-0 e 6-2; e na semifinal passou pela argentina Paula Baranano, cabeça de chave número 9 e 756º no ranking, por 2 x 0, com parciais de 6-0 e 6-1, antes de ganhar a decisão neste domingo. A Copa Guga Kuerten, na categoria 18 anos, soma pontos para o circuito Júnior ITF.

A Semana Guga Kuerten 2015 contou com a parceria Platinum dos Correios, Movile; Nestlé Pureza Vital; Coral; Aurora e Tross Empreendimentos. Gold: Lacoste, Hublot/Grifith; Porsche Consulting Brasil; Estácio; Sextante e Jurerê Il Campanario. Além do Apoio da Lougge, Grendene; Açaí Frooty; Tretorn; Dranix; Coltex; Blau.blau; Clube Doze de Agosto; Floripa Shopping; Daquiprafora; Pó Piacentini; Colégio Vila Olímpia; Vision; ITF; CPB; CBT; FCT.

Ler Mais+

ALICE KUERTEN FALA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NA FORMAÇÃO DO ATLETA

Nesse sábado (17), em um bate-papo com familiares de jovens tenistas, Alice Kuerten relatou passagens vividas ao lado dos filhos na trajetória de Guga no tênis. A mãe do tricampeão destacou a importância do apoio da família na construção da identidade esportiva da criança.

O encontro durou 1 hora e contou com a presença de Gustavo Kuerten que, ao lado de sua mãe, respondeu a perguntas de atletas e familiares.

Ler Mais+

PEDRO BOSCARDIN NAS FINAIS DA CATEGORIA 12 ANOS

Os finalistas da categoria 12 anos da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil foram definidos neste sábado (17), tanto no masculino quanto no feminino. Entre os quatro finalistas, apenas um atleta é catarinense: o joinvilense Pedro Boscardin Dias (foto). Ele se classificou ao derrotar o também catarinense Luca Ebenriter, por 2 x 0, com parciais de 6-0 e 6-2. O adversário do catarinense será o mato-grossense Richard Gama, também por 2 sets a 0, com as mesmas parciais:  6-0 e 6-2.

No feminino da categoria 12 anos, a decisão será entre a goiana Lorena Cardoso e a paulista Juliana Munhoz. Lorena se classificou ao ganhar por 2 x 1 da paulista Ana Candiotto, com um duplo 6-1; e Juliana garantiu a vaga ao derrotar Júlia Moraes, do Distrito Federal, por 2 x 1, com parciais de 3-6, 6-7 (5) e 6-3. Tanto no masculino quanto no feminino, as decisões serão realizadas neste domingo (18). A categoria 12 anos da Copa Guga Kuerten soma pontos no ranking da CBT.

Ler Mais+

A VEZ DOS ATLETAS DO FUTURO NA SEMANA GUGA KUERTEN

A véspera de encerramento da Semana Guga Kuerten promove uma  atividade especial para as crianças de quatro a dez anos. O Festival Escolinha Guga de Minitênis garante a participação de quem não tem idade para competir no evento. O Festival foi realizado hoje no gramado do Jurerê Sports Center, em Florianópolis, com materiais apropriados à faixa etária dos tenistas mirins, com a orientação dos professores da Escolinha Guga.
Depois de brincar na mini quadra todas as 153 que participaram do evento receberam medalhas de participação. O tricampeão de Roland Garros fez questão de interagir com os pequenos atletas, e ainda “convocou” o irmão Rafael Kuerten, presidente do Grupo Guga Kuerten, e o jornalista Felipe Andreoli, que visitou hoje a Semana, para entrar na brincadeira.
“É importante criar uma ligação de carinho com o esporte, com os pais ao redor incentivando as crianças. Nós sempre vimos o esporte desta forma. Em um ambiente com amor a criança se sente segura e pode explorar os desafios que chegam através do esporte”, explicou Guga. A agenda do tricampeão nesse sábado, envolveu ainda a recepção dos atletas que disputaram a Copa Guga Kuerten Empresarial e uma participação especial no bate-papo que D. Alice Kuerten organizou especialmente para os pais dos tenistas inscritos na Semana Guga Kuerten.
Ler Mais+

AMIGAS DA CAPITAL CATARINENSE DECIDEM TÍTULO NA CATEGORIA 11 ANOS

A disputa feminina na categoria 11 anos da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil confirmou, neste sábado (17), a tendência verificada na sexta-feira na 7ª edição da Semana Guga Kuerten: duas amigas vão se enfrentar na final deste domingo: Valentina Santos (foto) e Tainá Cordeiro, as duas de Florianópolis.

Valentina venceu o jogo semifinal com a paranaense Isabela Lopes, por W.O. E Tainá Cordeiro, por sua vez, teve muitas dificuldades para garantir uma vaga na final. Ela jogou contra a companheira de treinos, em Florianópolis, Maria Turchetto, e venceu por 2 x 1, com parciais de 6-2, 4-6 e 6-4.

No masculino da categoria 11 anos também foram definidos, neste sábado, os dois finalistas: o mineiro Giácomo Moreira e o gaúcho Daniel Capucci. Moreira derrotou o também mineiro Gustavo Bustamante, por 2 x 0, com parciais de 6-1 e 6-4, na semifinal; enquanto Capucci ganhou do mineiro Lucas Batalha, por 2 x 1, com parciais de 6-4, 4-6 e 7-6 (8). A final será realizada neste domingo (18), último dia da Semana Guga Kuerten.

Na categoria 11 anos, a Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil soma pontos no ranking da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).


Ler Mais+

FINAL ARGENTINA NA CATEGORIA 18 ANOS MASCULINO

Neste sábado (17), penúltimo dia de disputas da 7ª edição da Semana Guga Kuerten, foram definidos os finalistas na categoria 18 anos, masculino, da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil.  E dois argentinos garantiram vaga na final e vão decidir o título neste domingo, último dia de competição: Francisco Vittar e Juan Otegui (foto). Na categoria 18 anos, a Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil conta pontos para o circuito júnior ITF.

Francisco Vittar, cabeça de chave número 3 e 314º no ranking, derrotou o chileno Matias Soto, cabeça número 6 (414º no ranking), por 2 x 0, com parciais de 7-6 e 6-2. E o único brasileiro que disputou as semifinais, nas quadras do Clube Doze de Agosto, em Jurerê Internacional, Gabriel Boscardin Dias, foi eliminado por Juan Otegui, cabeça número 16 e apenas 696º no ranking. Otegui venceu por 2 x 0, com parciais de 6-2 e 7-6.

Nessa categoria, os dois principais favoritos ficaram pelo caminho. O brasileiro Gabriel Decamps, cabeça número 1 e 193º no ranking, foi eliminado na primeira rodada pelo também brasileiro Eduardo Ribeiro. E o cabeça de chave número 2, o também brasileiro Lucas Koelle (207º), foi eliminado na terceira rodada ao perder para o argentino Juan Otegui.

Ler Mais+

BRASILEIRA CONTRA ARGENTINA NA FINAL DOS 18 ANOS

A rivalidade Brasil x Argentina passou dos gamados para as quadras de tênis neste sábado (17) e ganha mais um capítulo neste domingo (18), na final da Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil, categoria 18 anos, no feminino. A disputa pelo título será entre a brasileira Thaísa Grana Pedretti (foto), cabeça de chave número 1 e 84º no ranking, contra a argentina Eugenia Ganga, cabeça de chave número 2 e 184º no ranking.

Para se classificar à final, Pedretti passou fácil pela argentina Paula Baranano, cabeça de chave número 9 e 756º no ranking, por 2 x 0, com parciais de 6-0 e 6-1; e Ganga eliminou a brasileira Marcelle Cirino, cabeça número 10 e 804º, também por 2 x 0, com parciais de 6-2 e 6-3. As semifinais foram jogadas nas quadras do Clube Doze de Agosto, em Jurerê Internacional. A Copa Guga Kuerten, na categoria 18 anos, soma pontos para o circuito Júnior ITF.

Este é o quarto ano que Thaísa Pedretti, de São Bernardo do Campo (SP), disputa a Copa Guga Kuerten. Em 2012, na categoria 14 anos, caiu na segunda rodada; no ano seguinte, na mesma categoria, foi campeã; em 2014, foi até as quartas de final, e agora volta a disputar a decisão. “Isso mostra que o trabalho que estou fazendo vem dando resultados. Estou colhendo os frutos de tanto treino e dedicação”, avaliou, ao acrescentar que treina seis horas por dia durante a semana. “O tênis é a minha vida e o meu sonho é jogar entre as melhores”, contou.

Além do título conquistado em 2013 na Copa Guga Kuerten, Thaísa Pedretti ganhou as etapas de Itajaí, Londrina (PR) e Salvador (BA) do Circuito ITF, em 2014; e, neste ano, chegou à semifinal da etapa da Venezuela, além de ter estreado no torneio de Roland Garros, onde Guga Kuerten foi tricampeão (em 1997, 2000 e 2001). “Perdi na última rodada do Qualifying, mas já valeu a pena por ter jogado em um dos torneios mais charmosos do mundo”, avaliou.

Na lembrança de Thaísa Pedretti há um confronto com a argentina Eugenia Ganga. “Lembro de ter enfrentado ela no Equador, quando perdi por 2 x 0, parciais de 7-6 e 6-3. Mas agora eu posso escrever um capítulo diferente nesta história”, projeta, animada.

Ler Mais+

SANTISTA DEFENDE O TÍTULO NA DECISÃO DOS 16 ANOS

Luiz Eduardo Santos (foto), cabeça de chave número 1 e 28º no ranking, entra em quadra neste domingo (18) para defender o título de campeão da Copa Guga Kuerten Infanto-junveil. Na 6ª edição da Semana Guga Kuerten, realizada em 2014, Luiz Eduardo, que é de Santos (SP), foi campeão na categoria 14 anos. Neste ano, Luiz Eduardo vai jogar contra o também brasileiro Gabriel Ciro, cabeça de chave 16 e 40º no ranking, para ver quem fica com o troféu de campeão.

Na semifinal disputada neste sábado (17), no Clube Doze de Agosto, em Jurerê Internacional, Luiz Eduardo venceu Lucas Dini (566º), por 2 x 1, mas levou um grande susto. Perdeu o primeiro set por 6-7 e depois reagiu e venceu dois sets seguidos, com parciais de 6-3 e 6-1. “Gosto muito de jogar em Florianópolis, principalmente a Copa Guga Kuerten, que tem alto nível técnico e a organização é muito boa”, avaliou.

Luiz Eduardo acumula títulos Brasil afora. No ano passado, foi campeão do Brasileirão e do Master, realizado no Costão do Santinho, e que envolveu os oito melhores tenistas da categoria. Também ganhou o torneio das federações, representando São Paulo. “Eu venho me preparando bem para as competições, com três horas dias de treinos. Se eu seguir nessa batida, acredito que vou realizar o sonho de me tornar um atleta profissional”, projetou.

O adversário de Luiz Eduardo também teve muito trabalho para garantir sua classificação. Gabriel Ciro perdeu o primeiro set para Mateus Pucinelli de Almeida, cabeça número 9 e 91º no ranking, mas reagiu e ganhou por 2 x 1, com parciais de 5-7, 6-4 e 7-5. Nesta categoria, a Copa Guga Kuerten soma pontos no ranking COSAT.

Ler Mais+