Semana Guga Kuerten. 03 a 13 de Out de 2019

Jurerê Internacional - Florianópolis/SC contato@semanagugakuerten.com.br

O tricampeão de Roland Garros vai usar os 20 anos de sua memorável história no esporte para fortalecer o tênis brasileiro. Essa transformação se dará a partir da plataforma GUGA TÊNIS, lançada hoje, na abertura da 9º Semana Guga Kuerten, no Jurerê Sports Center (JUSC), em Florianópolis.

Guga lança Plataforma para fortalecer tênis no País

O tricampeão de Roland Garros vai usar os 20 anos de sua memorável história no esporte para fortalecer o tênis brasileiro. Essa transformação se dará a partir da plataforma GUGA TÊNIS, lançada hoje, na abertura da 9º Semana Guga Kuerten, no Jurerê Sports Center (JUSC), em Florianópolis.

“A ideia é abraçar o tênis. Unificar, reunir as iniciativas no esporte para que as pessoas possam se identificar dentro desta plataforma”, explica Gustavo Kuerten. Os projetos atuais, base dessa plataforma incluem ações já consolidadas, como a própria Semana Guga Kuerten, Copa Guga Kuerten Cadeira de Rodas; Copa Guga Kuerten Infantojuvenil; Copa Guga Kuerten Beach Tennis e a recém criada Arena Guga Tênis, um circuito de atividades lúdicas para crianças até 10 anos. Também integram esse projeto: a Escola Guga Tênis que engloba a Escolinha Guga (para crianças de 5 a 10 anos), Escola Guga Tênis Juvenil (para adolescentes de 11 a 15), Escola Guga Tênis Adulto, Escola Guga Beach Tennis, Clínica Guga Tênis, Tennis Camp, Equipe Guga e Time Guga (que está sendo formado). Em breve serão criados, no ambiente virtual, o portal gugatenis.com e a Loja Guga Tênis.

Guga lembrou da primeira conquista em Roland Garros, quando surgiu uma grande chance de desenvolver o tênis no país. “Nosso grande deslize em 1997 (ano da vitória no saibro francês) foi a falta de atenção com a base, a estrutura inicial do tênis.” Por isso, Guga vê como uma nova oportunidade o lançamento da Plataforma. “Naquela época eu podia fazer chover dentro das quadras, ser o número 1 do mundo, mas foi pouco para transformar o tênis no Brasil.”

Por isso, o número 1 do mundo por 43 semanas, aposta na iniciativa. “São pelo menos 20 anos de Roland Garros, se contar a partir do final da carreira profissional são nove anos para chegar agora no começo. Então tem que ter muita dedicação, um interesse muito grande, que nem o nosso, para cumprir essa missão de transformar o tênis no Brasil.”

Alice Kuerten, presidente do Instituto Guga Kuerten, acredita que o mais importante da plataforma é o que ela proporciona: “É a oportunidade de você mostrar suas possibilidades. Sempre lembro quando o Guga teve uma oportunidade, no início da carreira, quando não se podia comprar uO tricampeão de Roland Garros vai usar os 20 anos de sua memorável história no esporte para fortalecer o tênis brasileiro. Essa transformação se dará a partir da plataforma GUGA TÊNIS, lançada hoje, na abertura da 9º Semana Guga Kuerten, no Jurerê Sports Center (JUSC), em Florianópolis.

“A ideia é abraçar o tênis. Unificar, reunir as iniciativas no esporte para que as pessoas possam se identificar dentro desta plataforma”, explica Gustavo Kuerten. Os projetos atuais, base dessa plataforma, incluem ações já consolidadas, como a própria Semana Guga Kuerten, Copa Guga Kuerten Cadeira de Rodas; Copa Guga Kuerten Infantojuvenil; Copa Guga Kuerten Beach Tennis e a recém criada Arena Guga Tênis, um circuito de atividades lúdicas para crianças até 10 anos. Também integram esse projeto: a Escola Guga Tênis que engloba a Escolinha Guga (para crianças de 5 a 10 anos), Escola Guga Tênis Juvenil (para adolescentes de 11 a 15), Escola Guga Tênis Adulto, Escola Guga Beach Tennis, Clínica Guga Tênis, Tennis Camp, Equipe Guga e Time Guga (que está sendo formado). Em breve serão criados, no ambiente virtual, o portal gugatenis.com e a Loja Guga Tênis.

Guga lembrou da primeira conquista em Roland Garros, quando surgiu uma grande chance de desenvolver o tênis no país. “Nosso grande deslize em 1997 (ano da vitória no saibro francês) foi a falta de atenção com a base, a estrutura inicial do tênis.” Por isso, Guga vê como uma nova oportunidade o lançamento da Plataforma. “Naquela época eu podia fazer chover dentro das quadras, ser o número 1 do mundo, mas foi pouco para transformar o tênis no Brasil.”

Por isso, o número 1 do mundo por 43 semanas, aposta na iniciativa. “São pelo menos 20 anos de Roland Garros, se contar a partir do final da carreira profissional são nove anos para chegar agora no começo. Então tem que ter muita dedicação, um interesse muito grande, que nem o nosso, para cumprir essa missão de transformar o tênis no Brasil.”

Alice Kuerten, presidente do Instituto Guga Kuerten, acredita que o mais importante da plataforma é o que ela proporciona: “É a oportunidade de você mostrar suas possibilidades. Sempre lembro quando o Guga teve uma oportunidade, no início da carreira, quando não se podia comprar uma passagem aérea, ele ganhou uma para disputar um torneio internacional. A oportunidade fez dele ser conhecido e poder mostrar todo o seu talento e as suas possibilidades.”