Semana Guga Kuerten. 11 a 21 de Outubro de 2018

Jurerê Internacional - Florianópolis/SC contato@semanagugakuerten.com.br

MATHEUS QUEIROZ DISPUTARÁ ETAPA DO LE MONDIAL LACOSTE, EM LONDRES, E VICE GANHA WILD CARD PARA O LE PETIT AS, EM TARBES

Uma batalha de gigantes, que durou 2h55min. Um jogaço, digno de dois grandes campeões. Assim foi a final na categoria 14 anos, masculino, neste domingo (18), último dia da Copa Guga Kuerten Infanto-Juvenil e que envolveu dois brasileiros: Matheus Gozzi de Queiroz (foto), de Campinas (SP), cabeça de chave nº 1 e 21º no ranking, e o baiano Natan Rodrigues, de Salvador, cabeça número 2 e 31º no ranking. Matheus venceu o jogo por 2 x 1, com parciais de 6-1, 4-6 e 7-6 (6) e ganhou, como prêmio, uma viagem a Londres, com acompanhante, para disputar o Le Mondial Lacoste.

Na hora da premiação, uma grande surpresa para o vice-campeão, Natan Rodrigues, e também para a campeã na categoria 14 anos feminino, a também baiana Maria Barboza Menezes. Os organizadores da 7ª Semana Guga Kuerten entregaram um convite para ambos disputarem o Le Petit As, em Tarbes, na França, no começo de 2016. É uma competição que equivale ao Orange Bowl, dos Estados Unidos, e destinada a atletas de 12 e 14 anos.

O jogo foi tenso e deixou os dois atletas exausto. Matheus ganhou, fácil, o primeiro set, por 6-1, e deu a impressão que liquidaria a partida rapidinho. Mas Natan reagiu e venceu o segundo set por 4-6. No 3º set, Natan chegou a fazer 2-0, Matheus descontou, mas Natan abriu 3-1. A reação de Matheus foi digna de um campeão: virou para 4 x 3, Natan voltou a empatar, em 5-5 ao confirmar seu serviço. Matheus retomou a vantagem, fez 6-5. Aí Natan empatou, em 6-6, ao confirmar seu serviço, levando a decisão para o tie-break.

O set decisivo começou com Matheus arrasador. Fez 3-0, depois marcou 4-1 e abriu para 6-3. Natan não se entregava e juntou forças para empatar em 6-6. “Nesse momento, eu temi que poderia perder o jogo”, admitiu Matheus, enquanto comemorada a vitória. Uma dupla falta de Natan no saque fechou o tie-break em 8-6 para Matheus, que foi muito aplaudido pelo torcedor. Após a derrota, Natan, ainda na quadra, começou a chorar copiosamente. Afinal, tinha estado tão perto do sonho de ser campeão, mas o título escapou.

Por outro lado, tímido e nervoso, Matheus, sob todos os holofotes, concedia entrevistas. “Não sei como é o torneio em Londres. Só quero conhecer, ganhar experiência e conseguir pelo menos uma vitória. Estar ao lado de Federer, que é meu ídolo, será algo inesquecível”, projetou. “E ganhar a Copa Guga Kuerten representa muito, já que todo mundo quer vir aqui e ganhar o troféu das mãos do Guga. Além de feliz, estou sentindo um alívio gigantesco”, afirmou, admitindo que “na reta final do jogo eu me senti muito pressionado para vencer”.

“A premiação ainda é simbólica, mas para essa galera de 12, 14 anos, já vale muito. O importante é conseguir que eles valorizem cada ponto feito aqui. É nessa idade que ainda é possível incutir na cabeça da garotada o espírito da persistência, de não desistir nunca. Na categoria 14 anos já conseguimos essa participação no Le Mondial Lacoste e a ideia é avançar também nesse aspecto”, antecipou Guga Kuerten momentos antes de entregar os troféus.

Na categoria 14 anos, A Copa Guga Kuerten Infanto-juvenil conta pontos no circuito COSAT.